Quantcast
SC Braga B na Liga 3: 2023/24
You are using an outdated browser. For a faster, safer browsing experience, upgrade for free today.
SC Braga B na Liga 3: 2023/24
1121 Respostas
174990 Visualizações
0 Membros e 1 Visitante estão a ver este tópico.
Satmar
Satmar Equipa Principal
  • *****
  • 2820
  Re: SC Braga B na Liga 3: 2023/24
« Responder #940 em: 11 de Março de 2024, 15:18 »
Este empate foi custoso. A equipa portou-se bem e não merecia o empate. A vitória era justa.
O 3-0 é uma invenção. Não está offside.
Esta equipa melhorou muito nesta fase. Gostei muito da partida do Yan.
Vamos em frente maltinha!!!
Lipeste
Lipeste Equipa Principal
  • *****
  • 27928
  Re: SC Braga B na Liga 3: 2023/24
« Responder #941 em: 11 de Março de 2024, 16:40 »


O Custódio tinha que perceber a importância da vitória e após o 2-0 tinha obrigatoriamente de começar a "fechar a porta", cerrar fileiras...é este tipo de treinador que eu não quero continuar a ter na equipa principal, treinadores que não percebem a importância da vantagem alcançada e do resultado, ou se percebem nada fazem para cerrar fileiras...pouco importa se estávamos a jogar bem ou mal (estávamos a fazer um bom jogo), o importante era ter percebido o que estava em causa e a partir daquele momento, do 2-0, tínhamos obrigação de alterar a estratégia, não o fizemos, continuamos a jogar como se o mais importante fosse marcar o terceira, acabámos a perder dois  pontos e o principal responsável foi o Custódio, mexeu mal e começou a mexer tarde.

Só aqui a tentar perceber uma coisa... Foste daqueles que criticou o AJ por fechar atrás contra o vitória?
Fui daqueles que considerou inaceitável a abordagem defensiva aos últimos minutos do jogo, nomeadamente ao lançamento de linha lateral que acabaria por resultar no empate do Vitória.

Há defender e há saber defender...há a capacidade de perceber como se deve abordar o momento defensivo nos minutos finais de um dérbi em vantagem mínima e há a incapacidade de o perceber, limitando-se a remeter a equipa à box, consentindo que o adversário passeie em progressão pelo miolo, sem oposição até há à entrada da área onde pode surgir sempre um "chouriço" daqueles (neste caso a responsabilidade é mais da equipa do que do treinador, de certeza que o AJ não pediu à equipa para não matar o lance mal a bola saísse das mãos do jogador do Vitória, nem para não congelar o jogo fazendo tantas faltas quantas as necessárias para evitar que dali saísse em bola corrida, mas também não me recordo de o ver dar para dentro de campo  qualquer sinal em sentido contrário e como as equipas costumam ser espelho do seu treinador, talvez ela se tenha enfiado na "casota" à imagem dele).

Ontem deveria ter havido capacidade para perceber a importância daquele 2-0 e da abordagem que a equipa deveria ter tido a partir daquele momento...em minha opinião, perdemos dois pontos porque, apesar da equipa ter estado muito bem até ao 2-0 e até não ter estado mal logo nos minutos seguintes a essa vantagem, o Custódio contribuiu para isso, nada tendo feito, estrategicamente, para o desenrolar do resto do jogo no sentido de a ajudar a conservar vantagem.
« Última modificação: 11 de Março de 2024, 17:04 por Lipeste »
Anuncios M
Anuncios M
easy_scb
easy_scb Equipa Principal
  • *****
  • 6805
  Re: SC Braga B na Liga 3: 2023/24
« Responder #942 em: 11 de Março de 2024, 17:29 »
O Yan está a jogar muito.
Gostava de o ver em contexto de 2º avançado com um PL como Banza como parceiro.
rpo.castro
rpo.castro Equipa Principal
  • *****
  • 16561
  Re: SC Braga B na Liga 3: 2023/24
« Responder #943 em: 11 de Março de 2024, 18:04 »
O Custódio tinha que perceber a importância da vitória e após o 2-0 tinha obrigatoriamente de começar a "fechar a porta", cerrar fileiras...é este tipo de treinador que eu não quero continuar a ter na equipa principal, treinadores que não percebem a importância da vantagem alcançada e do resultado, ou se percebem nada fazem para cerrar fileiras...pouco importa se estávamos a jogar bem ou mal (estávamos a fazer um bom jogo), o importante era ter percebido o que estava em causa e a partir daquele momento, do 2-0, tínhamos obrigação de alterar a estratégia, não o fizemos, continuamos a jogar como se o mais importante fosse marcar o terceira, acabámos a perder dois  pontos e o principal responsável foi o Custódio, mexeu mal e começou a mexer tarde.
Se estávamos a jogar bem tínhamos de mudar porquê?
E com 2-0 tínhamos de cerrar fileiras? Olha esta é daquelas declarações de totobola à 2a feira.

Com 2-0 e a equipa a jogar bem (palavras tua, não vi um único minuto do jogo) não há que cerrar fileiras, há que controlar o jogo com bola, empurrar o jogo para longe da nossa baliza, tentar manter a posse e impedir que o jogo se parta, que aliás era o que a equipa senior deveria ter feito com o Guimarães.

Cerrar fileiras é o que fez com o Guimarães e só faz sentido em condições especiais: quando estás em inferioridade: seja numérica, seja porque estás a fazer um péssimo jogo e mesmo assim marcaste ou estás a jogar contra uma equipa muito superior, ou quando já estás naqueles minutos finais em que importa é despachar a bola pra qualquer lado. Agora com 70 minutos de jogo ou seja lá o que for, "cerrar fileiras" não faz sentido nenhum na maior parte dos casos, mesmo que se venha a perder essa vantagem.

Convidar ou contribuir para que o jogo se parta é a tarefa de quem está a perder. Foi assim que perdemos pontos com o Saint Gilloise 2 vezes ano passado.

Por isso não compreendo nada desta crítica muito menos a resposta à pergunta do joaopc que parece ainda mais contraditória (para não usar outra palavra).
Quem não sente não é filho de boa gente.
Lipeste
Lipeste Equipa Principal
  • *****
  • 27928
  Re: SC Braga B na Liga 3: 2023/24
« Responder #944 em: 11 de Março de 2024, 18:15 »
O Custódio tinha que perceber a importância da vitória e após o 2-0 tinha obrigatoriamente de começar a "fechar a porta", cerrar fileiras...é este tipo de treinador que eu não quero continuar a ter na equipa principal, treinadores que não percebem a importância da vantagem alcançada e do resultado, ou se percebem nada fazem para cerrar fileiras...pouco importa se estávamos a jogar bem ou mal (estávamos a fazer um bom jogo), o importante era ter percebido o que estava em causa e a partir daquele momento, do 2-0, tínhamos obrigação de alterar a estratégia, não o fizemos, continuamos a jogar como se o mais importante fosse marcar o terceira, acabámos a perder dois  pontos e o principal responsável foi o Custódio, mexeu mal e começou a mexer tarde.
Se estávamos a jogar bem tínhamos de mudar porquê?
E com 2-0 tínhamos de cerrar fileiras? Olha esta é daquelas declarações de totobola à 2a feira.

Com 2-0 e a equipa a jogar bem (palavras tua, não vi um único minuto do jogo) não há que cerrar fileiras, há que controlar o jogo com bola, empurrar o jogo para longe da nossa baliza, tentar manter a posse e impedir que o jogo se parta, que aliás era o que a equipa senior deveria ter feito com o Guimarães.

Cerrar fileiras é o que fez com o Guimarães e só faz sentido em condições especiais: quando estás em inferioridade: seja numérica, seja porque estás a fazer um péssimo jogo e mesmo assim marcaste ou estás a jogar contra uma equipa muito superior, ou quando já estás naqueles minutos finais em que importa é despachar a bola pra qualquer lado. Agora com 70 minutos de jogo ou seja lá o que for, "cerrar fileiras" não faz sentido nenhum na maior parte dos casos, mesmo que se venha a perder essa vantagem.

Convidar ou contribuir para que o jogo se parta é a tarefa de quem está a perder. Foi assim que perdemos pontos com o Saint Gilloise 2 vezes ano passado.

Por isso não compreendo nada desta crítica muito menos a resposta à pergunta do joaopc que parece ainda mais contraditória (para não usar outra palavra).

Cerrar fileiras, no sentido que lhe estamos a dar, para mim, não faz sentido como princípio geral mas sim como opção a considerar em determinadas circunstâncias e o 2-0 diante do Lourosa era uma delas (ou se calhar não era e o resultado final, 2-2 depois de estar a ganhar 2-0,  até o comprova).

O problema é quando se acha que defender um resultado passa  obrigatoriamente por se remeter à defesa, por abdicar da bola (ainda mais sendo nós uma equipa com n jogadores com capacidade para ter e circular bola, no caso do jogo diante do Vitória), por se enfiar na caixa e por deixar de pressionar forte no miolo...nada disso.

O meu conceito de cerrar fileiras não passa obrigatoriamente por nos remetermos à defesa, a não ser que o adversário seja superior e a isso nos obrigue, mas nem o vitória nem o Lourosa são esse tipo de equipa... quer os últimos minutos diante do Vitória quer a segunda metade da segunda parte do jogo de ontem cerrar fileiras seria, em minha opinião, privilegiar a posse de bola, a agressividade no miolo e arriscar menos na saída para o ataque de forma a evitar a exposição às transições do adversário, com a defesa sempre bem posicionada para reagir à perda (posse e circulação colocando o relógio a trabalhar a nosso favor).

Todas as analises aos resultados e às exibições só podem ser feitas pós jogo, é o tal totobola que "todos" fazemos à segunda feira neste forum e outros noutros, incluindo a diversa CS desportiva.
Numa mini liga de subida, a jogar contra o líder, a ganhar 2-0, com possibilidade de nos colocarmos numa posição vantajosa e não faz sentido cerrar fileiras para conservar o resultado de dois golos de vantagem no último quarto do jogo? Até parece que era o Braga que tinha necessidade de ir à procura do golo.
 
Então o Custódio esteve bem, mexeu bem e a tempo, a equipa também esteve bem e só teve azar por permitir recuperação de 2-0 para 2-2? Ok, é uma opinião, ou então outra diferente também poderá passar por dizer-se que todos estiveram bem mas o Lourosa esteve ainda melhor e por isso, e só por isso, conseguiu recuperar de 2-0 para 2-2. Prefiro manter a minha abordagem, mesmo sendo impossível saber se venceriamos ou não o jogo, sendo certo que, tal como foi, permitimos ao adversário repor a igualdade nos últimos 20', após estarmos a ganhar 2-0 e isso é um facto indesmentível já o resto é só a minha opinião.

Só acrescentar que considero extremamente importante a equipa B jogar na Liga 2, num contexto competitivo muito diferente e muito mais próximo daquele que os "miúdos" da formação encontram quando saltam diretamente da Liga 3 para a equipa principal.
« Última modificação: 11 de Março de 2024, 19:25 por Lipeste »
joaoPC Equipa Principal
  • *****
  • 2520
  Re: SC Braga B na Liga 3: 2023/24
« Responder #945 em: 11 de Março de 2024, 18:32 »


O Custódio tinha que perceber a importância da vitória e após o 2-0 tinha obrigatoriamente de começar a "fechar a porta", cerrar fileiras...é este tipo de treinador que eu não quero continuar a ter na equipa principal, treinadores que não percebem a importância da vantagem alcançada e do resultado, ou se percebem nada fazem para cerrar fileiras...pouco importa se estávamos a jogar bem ou mal (estávamos a fazer um bom jogo), o importante era ter percebido o que estava em causa e a partir daquele momento, do 2-0, tínhamos obrigação de alterar a estratégia, não o fizemos, continuamos a jogar como se o mais importante fosse marcar o terceira, acabámos a perder dois  pontos e o principal responsável foi o Custódio, mexeu mal e começou a mexer tarde.

Só aqui a tentar perceber uma coisa... Foste daqueles que criticou o AJ por fechar atrás contra o vitória?
Fui daqueles que considerou inaceitável a abordagem defensiva aos últimos minutos do jogo, nomeadamente ao lançamento de linha lateral que acabaria por resultar no empate do Vitória.

Há defender e há saber defender...há a capacidade de perceber como se deve abordar o momento defensivo nos minutos finais de um dérbi em vantagem mínima e há a incapacidade de o perceber, limitando-se a remeter a equipa à box, consentindo que o adversário passeie em progressão pelo miolo, sem oposição até há à entrada da área onde pode surgir sempre um "chouriço" daqueles (neste caso a responsabilidade é mais da equipa do que do treinador, de certeza que o AJ não pediu à equipa para não matar o lance mal a bola saísse das mãos do jogador do Vitória, nem para não congelar o jogo fazendo tantas faltas quantas as necessárias para evitar que dali saísse em bola corrida, mas também não me recordo de o ver dar para dentro de campo  qualquer sinal em sentido contrário e como as equipas costumam ser espelho do seu treinador, talvez ela se tenha enfiado na "casota" à imagem dele).

Ontem deveria ter havido capacidade para perceber a importância daquele 2-0 e da abordagem que a equipa deveria ter tido a partir daquele momento...em minha opinião, perdemos dois pontos porque, apesar da equipa ter estado muito bem até ao 2-0 e até não ter estado mal logo nos minutos seguintes a essa vantagem, o Custódio contribuiu para isso, nada tendo feito, estrategicamente, para o desenrolar do resto do jogo no sentido de a ajudar a conservar vantagem.
Ok, esclarecido.
Obrigado
rpo.castro
rpo.castro Equipa Principal
  • *****
  • 16561
  Re: SC Braga B na Liga 3: 2023/24
« Responder #946 em: 11 de Março de 2024, 19:33 »
O Custódio tinha que perceber a importância da vitória e após o 2-0 tinha obrigatoriamente de começar a "fechar a porta", cerrar fileiras...é este tipo de treinador que eu não quero continuar a ter na equipa principal, treinadores que não percebem a importância da vantagem alcançada e do resultado, ou se percebem nada fazem para cerrar fileiras...pouco importa se estávamos a jogar bem ou mal (estávamos a fazer um bom jogo), o importante era ter percebido o que estava em causa e a partir daquele momento, do 2-0, tínhamos obrigação de alterar a estratégia, não o fizemos, continuamos a jogar como se o mais importante fosse marcar o terceira, acabámos a perder dois  pontos e o principal responsável foi o Custódio, mexeu mal e começou a mexer tarde.
Se estávamos a jogar bem tínhamos de mudar porquê?
E com 2-0 tínhamos de cerrar fileiras? Olha esta é daquelas declarações de totobola à 2a feira.

Com 2-0 e a equipa a jogar bem (palavras tua, não vi um único minuto do jogo) não há que cerrar fileiras, há que controlar o jogo com bola, empurrar o jogo para longe da nossa baliza, tentar manter a posse e impedir que o jogo se parta, que aliás era o que a equipa senior deveria ter feito com o Guimarães.

Cerrar fileiras é o que fez com o Guimarães e só faz sentido em condições especiais: quando estás em inferioridade: seja numérica, seja porque estás a fazer um péssimo jogo e mesmo assim marcaste ou estás a jogar contra uma equipa muito superior, ou quando já estás naqueles minutos finais em que importa é despachar a bola pra qualquer lado. Agora com 70 minutos de jogo ou seja lá o que for, "cerrar fileiras" não faz sentido nenhum na maior parte dos casos, mesmo que se venha a perder essa vantagem.

Convidar ou contribuir para que o jogo se parta é a tarefa de quem está a perder. Foi assim que perdemos pontos com o Saint Gilloise 2 vezes ano passado.

Por isso não compreendo nada desta crítica muito menos a resposta à pergunta do joaopc que parece ainda mais contraditória (para não usar outra palavra).

Cerrar fileiras, no sentido que lhe estamos a dar, para mim, não faz sentido como princípio geral mas sim como opção a considerar em determinadas circunstâncias e o 2-0 diante do Lourosa era uma delas (ou se calhar não era e o resultado final, 2-2 depois de estar a ganhar 2-0,  até o comprova).

O problema é quando se acha que defender um resultado passa  obrigatoriamente por se remeter à defesa, por abdicar da bola (ainda mais sendo nós uma equipa com n jogadores com capacidade para ter e circular bola, no caso do jogo diante do Vitória), por se enfiar na caixa e por deixar de pressionar forte no miolo...nada disso.

O meu conceito de cerrar fileiras não passa obrigatoriamente por nos remetermos à defesa, a não ser que o adversário seja superior e a isso nos obrigue, mas nem o vitória nem o Lourosa são esse tipo de equipa... quer os últimos minutos diante do Vitória quer a segunda metade da segunda parte do jogo de ontem cerrar fileiras seria, em minha opinião, privilegiar a posse de bola, a agressividade no miolo e arriscar menos na saída para o ataque de forma a evitar a exposição às transições do adversário, com a defesa sempre bem posicionada para reagir à perda (posse e circulação colocando o relógio a trabalhar a nosso favor).

Todas as analises aos resultados e às exibições só podem ser feitas pós jogo, é o tal totobola que "todos" fazemos à segunda feira neste forum e outros noutros, incluindo a diversa CS desportiva.
Numa mini liga de subida, a jogar contra o líder, a ganhar 2-0, com possibilidade de nos colocarmos numa posição vantajosa e não faz sentido cerrar fileiras para conservar o resultado de dois golos de vantagem no último quarto do jogo? Até parece que era o Braga que tinha necessidade de ir à procura do golo.
 
Então o Custódio esteve bem, mexeu bem e a tempo, a equipa também esteve bem e só teve azar por permitir recuperação de 2-0 para 2-2? Ok, é uma opinião, ou então outra diferente também poderá passar por dizer-se que todos estiveram bem mas o Lourosa esteve ainda melhor e por isso, e só por isso, conseguiu recuperar de 2-0 para 2-2. Prefiro manter a minha abordagem, mesmo sendo impossível saber se venceriamos ou não o jogo, sendo certo que, tal como foi, permitimos ao adversário repor a igualdade nos últimos 20', após estarmos a ganhar 2-0 e isso é um facto indesmentível já o resto é só a minha opinião.

Só acrescentar que considero extremamente importante a equipa B jogar na Liga 2, num contexto competitivo muito diferente e muito mais próximo daquele que os "miúdos" da formação encontram quando saltam diretamente da Liga 3 para a equipa principal.
Então por "cerrar fileiras" pretendes dizer uma coisa bastante diferente de cerrar fileiras?
Quem não sente não é filho de boa gente.
Lipeste
Lipeste Equipa Principal
  • *****
  • 27928
  Re: SC Braga B na Liga 3: 2023/24
« Responder #947 em: 12 de Março de 2024, 15:32 »
O Custódio tinha que perceber a importância da vitória e após o 2-0 tinha obrigatoriamente de começar a "fechar a porta", cerrar fileiras...é este tipo de treinador que eu não quero continuar a ter na equipa principal, treinadores que não percebem a importância da vantagem alcançada e do resultado, ou se percebem nada fazem para cerrar fileiras...pouco importa se estávamos a jogar bem ou mal (estávamos a fazer um bom jogo), o importante era ter percebido o que estava em causa e a partir daquele momento, do 2-0, tínhamos obrigação de alterar a estratégia, não o fizemos, continuamos a jogar como se o mais importante fosse marcar o terceira, acabámos a perder dois  pontos e o principal responsável foi o Custódio, mexeu mal e começou a mexer tarde.
Se estávamos a jogar bem tínhamos de mudar porquê?
E com 2-0 tínhamos de cerrar fileiras? Olha esta é daquelas declarações de totobola à 2a feira.

Com 2-0 e a equipa a jogar bem (palavras tua, não vi um único minuto do jogo) não há que cerrar fileiras, há que controlar o jogo com bola, empurrar o jogo para longe da nossa baliza, tentar manter a posse e impedir que o jogo se parta, que aliás era o que a equipa senior deveria ter feito com o Guimarães.

Cerrar fileiras é o que fez com o Guimarães e só faz sentido em condições especiais: quando estás em inferioridade: seja numérica, seja porque estás a fazer um péssimo jogo e mesmo assim marcaste ou estás a jogar contra uma equipa muito superior, ou quando já estás naqueles minutos finais em que importa é despachar a bola pra qualquer lado. Agora com 70 minutos de jogo ou seja lá o que for, "cerrar fileiras" não faz sentido nenhum na maior parte dos casos, mesmo que se venha a perder essa vantagem.

Convidar ou contribuir para que o jogo se parta é a tarefa de quem está a perder. Foi assim que perdemos pontos com o Saint Gilloise 2 vezes ano passado.

Por isso não compreendo nada desta crítica muito menos a resposta à pergunta do joaopc que parece ainda mais contraditória (para não usar outra palavra).

Cerrar fileiras, no sentido que lhe estamos a dar, para mim, não faz sentido como princípio geral mas sim como opção a considerar em determinadas circunstâncias e o 2-0 diante do Lourosa era uma delas (ou se calhar não era e o resultado final, 2-2 depois de estar a ganhar 2-0,  até o comprova).

O problema é quando se acha que defender um resultado passa  obrigatoriamente por se remeter à defesa, por abdicar da bola (ainda mais sendo nós uma equipa com n jogadores com capacidade para ter e circular bola, no caso do jogo diante do Vitória), por se enfiar na caixa e por deixar de pressionar forte no miolo...nada disso.

O meu conceito de cerrar fileiras não passa obrigatoriamente por nos remetermos à defesa, a não ser que o adversário seja superior e a isso nos obrigue, mas nem o vitória nem o Lourosa são esse tipo de equipa... quer os últimos minutos diante do Vitória quer a segunda metade da segunda parte do jogo de ontem cerrar fileiras seria, em minha opinião, privilegiar a posse de bola, a agressividade no miolo e arriscar menos na saída para o ataque de forma a evitar a exposição às transições do adversário, com a defesa sempre bem posicionada para reagir à perda (posse e circulação colocando o relógio a trabalhar a nosso favor).

Todas as analises aos resultados e às exibições só podem ser feitas pós jogo, é o tal totobola que "todos" fazemos à segunda feira neste forum e outros noutros, incluindo a diversa CS desportiva.
Numa mini liga de subida, a jogar contra o líder, a ganhar 2-0, com possibilidade de nos colocarmos numa posição vantajosa e não faz sentido cerrar fileiras para conservar o resultado de dois golos de vantagem no último quarto do jogo? Até parece que era o Braga que tinha necessidade de ir à procura do golo.
 
Então o Custódio esteve bem, mexeu bem e a tempo, a equipa também esteve bem e só teve azar por permitir recuperação de 2-0 para 2-2? Ok, é uma opinião, ou então outra diferente também poderá passar por dizer-se que todos estiveram bem mas o Lourosa esteve ainda melhor e por isso, e só por isso, conseguiu recuperar de 2-0 para 2-2. Prefiro manter a minha abordagem, mesmo sendo impossível saber se venceriamos ou não o jogo, sendo certo que, tal como foi, permitimos ao adversário repor a igualdade nos últimos 20', após estarmos a ganhar 2-0 e isso é um facto indesmentível já o resto é só a minha opinião.

Só acrescentar que considero extremamente importante a equipa B jogar na Liga 2, num contexto competitivo muito diferente e muito mais próximo daquele que os "miúdos" da formação encontram quando saltam diretamente da Liga 3 para a equipa principal.
Então por "cerrar fileiras" pretendes dizer uma coisa bastante diferente de cerrar fileiras?
Não. Pretendia e pretendo dizer que perante as circunstâncias e a importância do resultado deveríamos, a partir daquele momento, do 2-0 (nem era obrigatório mexer logo no onze mas sim no comportamento da equipa), ter passado a jogar de forma diferente, "cerrar fileiras" na zona central, encurtar o espaço entre a linha defensiva e a do meio campo, privilegiar mais posse e a circulação e menos a procura do terceiro golo.
Nunca me ouvirás dizer, ou lerás, que o meu entendimento para segurar um resultado passará por recuar linhas de tal forma que leve o adversário a enfiar-nos nas imediações da nossa baliza... farto-me de criticar esse comportamento quando o termos nos últimos minutos dos jogos contra equipas de menor dimensão, desde logo porque temos capacidade para defender o resultado com bola, coisa diferente é quando não o conseguimos fazer porque a qualidade do adversário é superior e nos retira essa possibilidade.

Cerrar fileiras é, para mim, a partir de determinados momento, dispor a equipa de forma a correr menos riscos para segurar o resultado, não considero que remete-la exclusivamente à defesa, recuando exageradamente as linhas e abdicando da bola contribua para a diminuição desse risco mas sim juntar mais as linhas, valorizar mais a circulação segura e meter nervo no jogo, evitando ao máximo ser encostado, dessa forma poderá ser possível evitar o constante  chuveirinho, o perigo excessivo dos remates à entrada da área e o contra ataque adversário. Salvo a excepção que referi e uma situação conjuntural, não acredito nas virtudes desse cerrar de fileiras a que te referes.
« Última modificação: 12 de Março de 2024, 15:47 por Lipeste »
Anuncios M
Anuncios M
Lipeste
Lipeste Equipa Principal
  • *****
  • 27928
  Re: SC Braga B na Liga 3: 2023/24
« Responder #948 em: 13 de Março de 2024, 08:48 »


rpo.castro
rpo.castro Equipa Principal
  • *****
  • 16561
  Re: SC Braga B na Liga 3: 2023/24
« Responder #949 em: 13 de Março de 2024, 15:30 »
O Custódio tinha que perceber a importância da vitória e após o 2-0 tinha obrigatoriamente de começar a "fechar a porta", cerrar fileiras...é este tipo de treinador que eu não quero continuar a ter na equipa principal, treinadores que não percebem a importância da vantagem alcançada e do resultado, ou se percebem nada fazem para cerrar fileiras...pouco importa se estávamos a jogar bem ou mal (estávamos a fazer um bom jogo), o importante era ter percebido o que estava em causa e a partir daquele momento, do 2-0, tínhamos obrigação de alterar a estratégia, não o fizemos, continuamos a jogar como se o mais importante fosse marcar o terceira, acabámos a perder dois  pontos e o principal responsável foi o Custódio, mexeu mal e começou a mexer tarde.
Se estávamos a jogar bem tínhamos de mudar porquê?
E com 2-0 tínhamos de cerrar fileiras? Olha esta é daquelas declarações de totobola à 2a feira.

Com 2-0 e a equipa a jogar bem (palavras tua, não vi um único minuto do jogo) não há que cerrar fileiras, há que controlar o jogo com bola, empurrar o jogo para longe da nossa baliza, tentar manter a posse e impedir que o jogo se parta, que aliás era o que a equipa senior deveria ter feito com o Guimarães.

Cerrar fileiras é o que fez com o Guimarães e só faz sentido em condições especiais: quando estás em inferioridade: seja numérica, seja porque estás a fazer um péssimo jogo e mesmo assim marcaste ou estás a jogar contra uma equipa muito superior, ou quando já estás naqueles minutos finais em que importa é despachar a bola pra qualquer lado. Agora com 70 minutos de jogo ou seja lá o que for, "cerrar fileiras" não faz sentido nenhum na maior parte dos casos, mesmo que se venha a perder essa vantagem.

Convidar ou contribuir para que o jogo se parta é a tarefa de quem está a perder. Foi assim que perdemos pontos com o Saint Gilloise 2 vezes ano passado.

Por isso não compreendo nada desta crítica muito menos a resposta à pergunta do joaopc que parece ainda mais contraditória (para não usar outra palavra).

Cerrar fileiras, no sentido que lhe estamos a dar, para mim, não faz sentido como princípio geral mas sim como opção a considerar em determinadas circunstâncias e o 2-0 diante do Lourosa era uma delas (ou se calhar não era e o resultado final, 2-2 depois de estar a ganhar 2-0,  até o comprova).

O problema é quando se acha que defender um resultado passa  obrigatoriamente por se remeter à defesa, por abdicar da bola (ainda mais sendo nós uma equipa com n jogadores com capacidade para ter e circular bola, no caso do jogo diante do Vitória), por se enfiar na caixa e por deixar de pressionar forte no miolo...nada disso.

O meu conceito de cerrar fileiras não passa obrigatoriamente por nos remetermos à defesa, a não ser que o adversário seja superior e a isso nos obrigue, mas nem o vitória nem o Lourosa são esse tipo de equipa... quer os últimos minutos diante do Vitória quer a segunda metade da segunda parte do jogo de ontem cerrar fileiras seria, em minha opinião, privilegiar a posse de bola, a agressividade no miolo e arriscar menos na saída para o ataque de forma a evitar a exposição às transições do adversário, com a defesa sempre bem posicionada para reagir à perda (posse e circulação colocando o relógio a trabalhar a nosso favor).

Todas as analises aos resultados e às exibições só podem ser feitas pós jogo, é o tal totobola que "todos" fazemos à segunda feira neste forum e outros noutros, incluindo a diversa CS desportiva.
Numa mini liga de subida, a jogar contra o líder, a ganhar 2-0, com possibilidade de nos colocarmos numa posição vantajosa e não faz sentido cerrar fileiras para conservar o resultado de dois golos de vantagem no último quarto do jogo? Até parece que era o Braga que tinha necessidade de ir à procura do golo.
 
Então o Custódio esteve bem, mexeu bem e a tempo, a equipa também esteve bem e só teve azar por permitir recuperação de 2-0 para 2-2? Ok, é uma opinião, ou então outra diferente também poderá passar por dizer-se que todos estiveram bem mas o Lourosa esteve ainda melhor e por isso, e só por isso, conseguiu recuperar de 2-0 para 2-2. Prefiro manter a minha abordagem, mesmo sendo impossível saber se venceriamos ou não o jogo, sendo certo que, tal como foi, permitimos ao adversário repor a igualdade nos últimos 20', após estarmos a ganhar 2-0 e isso é um facto indesmentível já o resto é só a minha opinião.

Só acrescentar que considero extremamente importante a equipa B jogar na Liga 2, num contexto competitivo muito diferente e muito mais próximo daquele que os "miúdos" da formação encontram quando saltam diretamente da Liga 3 para a equipa principal.
Então por "cerrar fileiras" pretendes dizer uma coisa bastante diferente de cerrar fileiras?
Não. Pretendia e pretendo dizer que perante as circunstâncias e a importância do resultado deveríamos, a partir daquele momento, do 2-0 (nem era obrigatório mexer logo no onze mas sim no comportamento da equipa), ter passado a jogar de forma diferente, "cerrar fileiras" na zona central, encurtar o espaço entre a linha defensiva e a do meio campo, privilegiar mais posse e a circulação e menos a procura do terceiro golo.
Nunca me ouvirás dizer, ou lerás, que o meu entendimento para segurar um resultado passará por recuar linhas de tal forma que leve o adversário a enfiar-nos nas imediações da nossa baliza... farto-me de criticar esse comportamento quando o termos nos últimos minutos dos jogos contra equipas de menor dimensão, desde logo porque temos capacidade para defender o resultado com bola, coisa diferente é quando não o conseguimos fazer porque a qualidade do adversário é superior e nos retira essa possibilidade.

Cerrar fileiras é, para mim, a partir de determinados momento, dispor a equipa de forma a correr menos riscos para segurar o resultado, não considero que remete-la exclusivamente à defesa, recuando exageradamente as linhas e abdicando da bola contribua para a diminuição desse risco mas sim juntar mais as linhas, valorizar mais a circulação segura e meter nervo no jogo, evitando ao máximo ser encostado, dessa forma poderá ser possível evitar o constante  chuveirinho, o perigo excessivo dos remates à entrada da área e o contra ataque adversário. Salvo a excepção que referi e uma situação conjuntural, não acredito nas virtudes desse cerrar de fileiras a que te referes.
Isso é controlar o jogo, pausar, jogar pela certa, não se expor, o que é uma situação normal quando uma equipa passa a estar em vantagem superior à mínima.

Cerrar fileiras, expressão militar é exactamente o que aconteceu com o  Guimarães e o que deve ser feito nessas ocasiões excepcionais: baixar bloco, juntar linhas, maior espirito entre elementos para não deixar o "inimigo" chegar ao seu objectivo.

Sempre que houves falar em cerrar fileiras é em situações de aperto em que é preciso união e superação: no futebol pode ser estar a jogar com menos 1 ou os últimos minutos pra segurar uma vantagem face ao ataque da equipa adversário, no mundo civil para enfrentar uma crise seja ela política ou de outra natureza que vai requerer um esforço extraordinário de DEFESA.

E sim agora estamos a discutir semântica.
Quem não sente não é filho de boa gente.
Lipeste
Lipeste Equipa Principal
  • *****
  • 27928
  Re: SC Braga B na Liga 3: 2023/24
« Responder #950 em: 17 de Março de 2024, 21:14 »
Vitória arrancada a ferros aos 90'+5'...1-0 por Rodrigo Beirão aos 15'; 1-1 por Lindinho aos 56'; 2-1 por Eiró aos 90'+5' com Bernardo (GR) a possibilitar este desfecho.  luta
« Última modificação: 17 de Março de 2024, 21:18 por Lipeste »
Anuncios G
Tutankhamun
Tutankhamun Equipa Principal
  • *****
  • 1314
  • Faraó do Egito
  Re: SC Braga B na Liga 3: 2023/24
« Responder #951 em: 17 de Março de 2024, 21:19 »
Estamos na luta!
Sérgio_Gonçalves
Sérgio_Gonçalves Equipa Principal
  • *****
  • 1254
  Re: SC Braga B na Liga 3: 2023/24
« Responder #952 em: 17 de Março de 2024, 21:54 »
Vitória arrancada a ferros aos 90'+5'...1-0 por Rodrigo Beirão aos 15'; 1-1 por Lindinho aos 56'; 2-1 por Eiró aos 90'+5' com Bernardo (GR) a possibilitar este desfecho.  luta
Foi pena o empate na última jornada.
Dr. Hipólito
Dr. Hipólito Juniores
  • ***
  • 496
  Re: SC Braga B na Liga 3: 2023/24
« Responder #953 em: 18 de Março de 2024, 09:47 »
Que trabalho de Custódio Castro.

Este sim, é o substituto de AJ, está mais que pronto.

Como uma vez AS disse no regresso do Peseiro, o "regresso de Custódio" é uma questão de justiça.

Será o substituto natural de AJ quando este rumar a uma grande liga.
Fui silenciado por quem de direito.
JR1287 Equipa Principal
  • *****
  • 3987
  Re: SC Braga B na Liga 3: 2023/24
« Responder #954 em: 18 de Março de 2024, 10:23 »
Apetecia-me outra vez parafrasear o Banza.
Na parte do quando AJ rumar a uma grande liga. Embora, em boa verdade, a liga russa seja enorme, tem 11 fusos horários...
Satmar
Satmar Equipa Principal
  • *****
  • 2820
  Re: SC Braga B na Liga 3: 2023/24
« Responder #955 em: 18 de Março de 2024, 14:58 »
Grande vitória destes rapazes.
Até agora, tirando aquele empate com o Lourosa, a meu ver, está a ser uma série quase perfeita.
Não sei se há interesse em subir, mas os dados estão lançados, se bem que ainda falta muito jogo.
Força Guerreiros!!!
(S)oon(C)hampion(B)raga
(S)oon(C)hampion(B)raga Equipa Principal
  • *****
  • 8348
  Re: SC Braga B na Liga 3: 2023/24
« Responder #956 em: 18 de Março de 2024, 22:41 »
quando está pronto o mini estádio centenário??

é que o de fão não dá para jogar segunda liga...
Somos Braga! Equipa Principal
  • *****
  • 2754
  Re: SC Braga B na Liga 3: 2023/24
« Responder #957 em: 19 de Março de 2024, 09:21 »
quando está pronto o mini estádio centenário??

é que o de fão não dá para jogar segunda liga...
O estádio centenário irá dar?

Presumo que, se dá para a primeira liga feminina, deve dar para a segunda masculina.

Enviado do meu SM-A515F através do Tapatalk

O verdadeiro adepto vê-se nas derrotas!
joelvm
joelvm Equipa Principal
  • *****
  • 1734
  • We are SCBraga!!!
  Re: SC Braga B na Liga 3: 2023/24
« Responder #958 em: 19 de Março de 2024, 12:58 »
quando está pronto o mini estádio centenário??

é que o de fão não dá para jogar segunda liga...
O estádio centenário irá dar?

Presumo que, se dá para a primeira liga feminina, deve dar para a segunda masculina.

Enviado do meu SM-A515F através do Tapatalk

Até dará para a primeira se for preciso
Carvalhux
Carvalhux Equipa Principal
  • *****
  • 2085
  Re: SC Braga B na Liga 3: 2023/24
« Responder #959 em: 19 de Março de 2024, 19:23 »
quando está pronto o mini estádio centenário??

é que o de fão não dá para jogar segunda liga...
O estádio centenário irá dar?

Presumo que, se dá para a primeira liga feminina, deve dar para a segunda masculina.

Enviado do meu SM-A515F através do Tapatalk
Em termos de lotação até chegam 1000 lugares, sendo o recomendado 2500. Relativamente a todos os outros pressupostos técnicos quase de certeza que deve cumprir.

Enviado do meu SM-A515F através do Tapatalk

 

Anuncios M