Quantcast
Cidade Desportiva do SC Braga
You are using an outdated browser. For a faster, safer browsing experience, upgrade for free today.
Cidade Desportiva do SC Braga
2121 Respostas
450193 Visualizações
0 Membros e 2 Visitantes estão a ver este tópico.
Pé Ligeiro
Pé Ligeiro Equipa Principal
  • *****
  • 15119
  Re: Cidade Desportiva do SC Braga
« Responder #1760 em: 31 de Outubro de 2021, 18:21 »
scbraga.pt

Sub-19 perdem com o FC Porto - Sporting Clube de Braga

Os Sub-19 perderam, este sábado, por 0-3 frente ao FC Porto na 11ª jornada do Campeonato Nacional.
(...)
O foco está agora no próximo jogo, sábado, diante do Leixões SC, pelas 11h00 na Cidade Desportiva.

em: https://scbraga.pt/sub-19-perdem-com-o-fc-porto/

O Porto foi muito superior e o resultado poderia ter sido bem mais desnivelado.
A nossa equipa não chegou a incomodar a baliza portista.
BRAGA SEMPRE MAIS!
(S)oon(C)hampion(B)raga
(S)oon(C)hampion(B)raga Equipa Principal
  • *****
  • 8348
  Re: Cidade Desportiva do SC Braga
« Responder #1761 em: 31 de Outubro de 2021, 18:40 »
Há novidades acerca da conclusão da obra e sobre o o estádio centenário durante a assembleia de hoje ?!

E sobre o 1 de Maio ?!



Anuncios M
Anuncios M
RIKYSCB
RIKYSCB Equipa Principal
  • *****
  • 1210
  • BRAGA - CIDADE DAS CONQVISTAS
  Re: Cidade Desportiva do SC Braga
« Responder #1762 em: 31 de Outubro de 2021, 21:41 »
Há novidades acerca da conclusão da obra e sobre o o estádio centenário durante a assembleia de hoje ?!

E sobre o 1 de Maio ?!







Obrigado pela atenção. Há pessoas que respondem com educação e não precisam de mandar indiretas.
Força Braga - Com raça e atitude é meio caminho para ganhar os jogos!!
tiago1992 Equipa Principal
  • *****
  • 2001
  Re: Cidade Desportiva do SC Braga
« Responder #1763 em: 31 de Outubro de 2021, 22:39 »
Há novidades acerca da conclusão da obra e sobre o o estádio centenário durante a assembleia de hoje ?!

E sobre o 1 de Maio ?!







Obrigado pela atenção. Há pessoas que respondem com educação e não precisam de mandar indiretas.

 ;D ;D ;D  ;D ;D
JR1287 Equipa Principal
  • *****
  • 3987
  Re: Cidade Desportiva do SC Braga
« Responder #1764 em: 03 de Novembro de 2021, 12:48 »
Há novidades acerca da conclusão da obra e sobre o o estádio centenário durante a assembleia de hoje ?!

E sobre o 1 de Maio ?!

Obras concluídas em 2032 segundo o presidente e o 1° de Maio vai ser demolido para dar lugar a um shopping segundo a última reunião entre clube e câmara.
É a gozar mas a segunda parte quase que podia ser verdade... O que não falta é Confiança!

Enviado do meu M2102J20SG através do Tapatalk
Por acaso a primeira parte é que podia ser verdade, porque vindo do Salvador tudo é possível... Já a segunda parte é impossível, porque o 1° de Maio é monumento nacional e não pode ser demolido, e absurda, porque o clube não tem qualquer interferência no estádio. Deixem o 1° de Maio em paz, que o Braga não tem nada a ver com ele, nem nunca terá.

A Fábrica Confiança também é monumento de interesse público...

A Confiança é um mamarracho sem interesse nenhum que já devia estar no chão há muito tempo!
Acresce que sempre foi um imóvel privado que a certa altura foi abusiva e estupidamente municipalizado, é mais um imóvel que a esquerda quer para a "cultura", que é como quem diz ficar para sempre municipalizado e subaproveitado só para impedir o lucro dos porcos capitalistas!
Mas como, graças a Deus, a esquerda não manda em Braga...

Fui ver o seu perfil e já tem idade pra ter juízo. Não sei se leu jornais nos últimos 20 anos mas o vereador da oposição Ricardo Rio lutou vários anos para transformar a Confiança num pólo cultural e aprovou a compra do imóvel pouco antes de se tornar presidente. Tinha tanta vontade que deixou aquilo ao abandono por 5 anos até fazer um concurso de ideias público e voltar a deixar o espaço no esquecimento para mais recentemente querer vender a privados. Aliás, até fez o projeto todo prontinho para entregar a privados. Mas claro, é a 'esquerda' que quer ficar com tudo e não faz nada. Já que por você tudo o que é património público (ou de interesse público) que está parado ia parar às mãos dos privados, o que acha de vender também a parte antiga da Francisco Sanches?  É a esquerda que tem pagado aluguer  pelo São Geraldo (e o Pé Alado, já que falamos nisto) à Arquidiocese por 13 mil euros mensais desde 2017 (a conta já vai em mais de meio milhão) e ainda não fez absolutamente nada no espaço?

Quanto aos porcos, já perdi demasiado tempo e não me quero sujar. Até um dia destes, só que não.

E eu não tenho juízo porquê? Sou liberal, pró-capitalista, anti-comunista, defendo integralmente a propriedade privada e acho que o Estado não deveria intervir directamente na actividade económica, apenas como fiscalizador. Não tenho esse (justo) direito?

Obviamente que defendo a privatização do antigo Colégio do Sagrado Coração de Maria (e não é a sua venda, é a devolução à entidade a quem foi "roubado"/ nacionalizado para lá fazer o Francisco Sanches!), e das Convertidas, e até do estádio municipal (assim haja quem o queira comprar...).
Quanto ao edifício do S. Geraldo, obviamente que a CMB está a agir mal, mas só o está a fazer porque a actual vereação, apesar de ser de direita, não é liberal, e ainda se deixa influenciar pelas pressões da esquerda pseudo intelectual e cultural! Obviamente que a CMB deveria ter deixado implementar no S. Geraldo o projecto inicial do seu legítimo proprietário (que era o seguinte, em 2016: "Uma nova vida vai ser dada ao antigo Cinema S.Geraldo, propriedade da arquidiocese de Braga. Com as portas fechadas há mais de 20 anos, o edifício vai ser reabilitado para acolher um mercado cultural e gastronómico e também um hotel de quatro estrelas. As obras de requalificação estão previstas para arrancar em abril, num investimento total de seis milhões de euros.  (...) Segundo a arquidiocese de Braga, citada pelo Jornal de Notícias, as obras do mercado deverão estar concluídas dezembro. O espaço, gerido por um investidor, Vítor Hugo, terá capacidade para 20 espaços gastronómicos, mas funcionará também como zona cultural. Já a unidade hoteleira abrirá meio ano depois, em junho de 2017, escreve o diário, citando Mário Paulo Pereira, responsável pela sociedade de Hotéis Bom Jesus, que irá gerir aquele equipamento."). Pagar renda para nada fazer - ou melhor, para impedir que os seus proprietários lhe dêem o destino que querem - é apenas um erro por cima de outro erro.
No seguimento deste meu entendimento, obviamente que também considero que o RR esteve mal ao concordar com a compra da Confiança, e ao considerar a sua utilização pública, e deveria ter imediatamente avançado para a venda daquele "mamarracho". Mas é sempre bom tempo para emendar a mão!
E sim, entendo que todo o património público não essencial deve ser vendido ou concessionado aos privados, mesmo no interesse da população, que é melhor servida pelos privados do que pelas entidades públicas. E nós temos um excelente exemplo na nossa cidade: o Hospital de Braga passou de ser o melhor do país para um dos piores!!!
Atenção: não defendo a destruição dos bens públicos ou a desafectação da sua principal utilidade (e por isso sou contra todos os projectos urbanísticos para as Sete Fontes ou para o Parque da Ponte que implicam a sua destruição - curiosamente criados pela câmara socialista), mas a sua utilização privada (não incluo na necessidade de preservação, a Confiança, porque aquilo é um mamarracho sem qualquer interesse; era apenas um espaço...; o mesmo com o negócio do S. Geraldo, que ademais é motivado por um sentimento anti-Igreja).

Quanto aos "porcos", peço desculpa, não queria ofender, e deveria, no mínimo, ter posto entre aspas. Mas ainda hoje, em conversas privadas, a esquerda usa amiúde a expressão "porcos capitalistas", e foi isso que eu quis dizer; lamento se fui desadequado e estraguei a discussão, que se pode manter saudável (ainda que oposta).
AMartins
AMartins Equipa Principal
  • *****
  • 3413
  Cidade Desportiva do SC Braga
« Responder #1765 em: 03 de Novembro de 2021, 13:13 »
Há novidades acerca da conclusão da obra e sobre o o estádio centenário durante a assembleia de hoje ?!

E sobre o 1 de Maio ?!

Obras concluídas em 2032 segundo o presidente e o 1° de Maio vai ser demolido para dar lugar a um shopping segundo a última reunião entre clube e câmara.
É a gozar mas a segunda parte quase que podia ser verdade... O que não falta é Confiança!

Enviado do meu M2102J20SG através do Tapatalk
Por acaso a primeira parte é que podia ser verdade, porque vindo do Salvador tudo é possível... Já a segunda parte é impossível, porque o 1° de Maio é monumento nacional e não pode ser demolido, e absurda, porque o clube não tem qualquer interferência no estádio. Deixem o 1° de Maio em paz, que o Braga não tem nada a ver com ele, nem nunca terá.

A Fábrica Confiança também é monumento de interesse público...

A Confiança é um mamarracho sem interesse nenhum que já devia estar no chão há muito tempo!
Acresce que sempre foi um imóvel privado que a certa altura foi abusiva e estupidamente municipalizado, é mais um imóvel que a esquerda quer para a "cultura", que é como quem diz ficar para sempre municipalizado e subaproveitado só para impedir o lucro dos porcos capitalistas!
Mas como, graças a Deus, a esquerda não manda em Braga...

Fui ver o seu perfil e já tem idade pra ter juízo. Não sei se leu jornais nos últimos 20 anos mas o vereador da oposição Ricardo Rio lutou vários anos para transformar a Confiança num pólo cultural e aprovou a compra do imóvel pouco antes de se tornar presidente. Tinha tanta vontade que deixou aquilo ao abandono por 5 anos até fazer um concurso de ideias público e voltar a deixar o espaço no esquecimento para mais recentemente querer vender a privados. Aliás, até fez o projeto todo prontinho para entregar a privados. Mas claro, é a 'esquerda' que quer ficar com tudo e não faz nada. Já que por você tudo o que é património público (ou de interesse público) que está parado ia parar às mãos dos privados, o que acha de vender também a parte antiga da Francisco Sanches?  É a esquerda que tem pagado aluguer  pelo São Geraldo (e o Pé Alado, já que falamos nisto) à Arquidiocese por 13 mil euros mensais desde 2017 (a conta já vai em mais de meio milhão) e ainda não fez absolutamente nada no espaço?

Quanto aos porcos, já perdi demasiado tempo e não me quero sujar. Até um dia destes, só que não.

E eu não tenho juízo porquê? Sou liberal, pró-capitalista, anti-comunista, defendo integralmente a propriedade privada e acho que o Estado não deveria intervir directamente na actividade económica, apenas como fiscalizador. Não tenho esse (justo) direito?

Obviamente que defendo a privatização do antigo Colégio do Sagrado Coração de Maria (e não é a sua venda, é a devolução à entidade a quem foi "roubado"/ nacionalizado para lá fazer o Francisco Sanches!), e das Convertidas, e até do estádio municipal (assim haja quem o queira comprar...).
Quanto ao edifício do S. Geraldo, obviamente que a CMB está a agir mal, mas só o está a fazer porque a actual vereação, apesar de ser de direita, não é liberal, e ainda se deixa influenciar pelas pressões da esquerda pseudo intelectual e cultural! Obviamente que a CMB deveria ter deixado implementar no S. Geraldo o projecto inicial do seu legítimo proprietário (que era o seguinte, em 2016: "Uma nova vida vai ser dada ao antigo Cinema S.Geraldo, propriedade da arquidiocese de Braga. Com as portas fechadas há mais de 20 anos, o edifício vai ser reabilitado para acolher um mercado cultural e gastronómico e também um hotel de quatro estrelas. As obras de requalificação estão previstas para arrancar em abril, num investimento total de seis milhões de euros.  (...) Segundo a arquidiocese de Braga, citada pelo Jornal de Notícias, as obras do mercado deverão estar concluídas dezembro. O espaço, gerido por um investidor, Vítor Hugo, terá capacidade para 20 espaços gastronómicos, mas funcionará também como zona cultural. Já a unidade hoteleira abrirá meio ano depois, em junho de 2017, escreve o diário, citando Mário Paulo Pereira, responsável pela sociedade de Hotéis Bom Jesus, que irá gerir aquele equipamento."). Pagar renda para nada fazer - ou melhor, para impedir que os seus proprietários lhe dêem o destino que querem - é apenas um erro por cima de outro erro.
No seguimento deste meu entendimento, obviamente que também considero que o RR esteve mal ao concordar com a compra da Confiança, e ao considerar a sua utilização pública, e deveria ter imediatamente avançado para a venda daquele "mamarracho". Mas é sempre bom tempo para emendar a mão!
E sim, entendo que todo o património público não essencial deve ser vendido ou concessionado aos privados, mesmo no interesse da população, que é melhor servida pelos privados do que pelas entidades públicas. E nós temos um excelente exemplo na nossa cidade: o Hospital de Braga passou de ser o melhor do país para um dos piores!!!
Atenção: não defendo a destruição dos bens públicos ou a desafectação da sua principal utilidade (e por isso sou contra todos os projectos urbanísticos para as Sete Fontes ou para o Parque da Ponte que implicam a sua destruição - curiosamente criados pela câmara socialista), mas a sua utilização privada (não incluo na necessidade de preservação, a Confiança, porque aquilo é um mamarracho sem qualquer interesse; era apenas um espaço...; o mesmo com o negócio do S. Geraldo, que ademais é motivado por um sentimento anti-Igreja).

Quanto aos "porcos", peço desculpa, não queria ofender, e deveria, no mínimo, ter posto entre aspas. Mas ainda hoje, em conversas privadas, a esquerda usa amiúde a expressão "porcos capitalistas", e foi isso que eu quis dizer; lamento se fui desadequado e estraguei a discussão, que se pode manter saudável (ainda que oposta).
Sem vieses políticos vou tentar “ajudar” à discussão. A questão da Confiança vai além da problemática propriedade pública/privada, entra na ótica da salvaguarda de património e da sua utilização válida e necessária para a cidade (que já vai com quase uma década de definhamento). Passando ainda pela atitude calhorda de quem como vereador se bateu pela aquisição da mesma para depois ceder aos interesses (não apenas “dos privados” mas quiçá de amigos).

Uma cidade com a história de Braga e com 200mil habitantes necessita de melhoria contínua na oferta cultural, (que até pode ser co-finaciada por privados)...a coisa melhorou nos últimos anos mas está muito longe do desejado e sem fartura de bens públicos não se deveria alienar este tipo de infra-estruturas só porque custam dinheiro, ainda para mais da forma que está a fazê-lo.
« Última modificação: 03 de Novembro de 2021, 13:28 por AMartins »
JR1287 Equipa Principal
  • *****
  • 3987
  Re: Cidade Desportiva do SC Braga
« Responder #1766 em: 03 de Novembro de 2021, 14:16 »
AMARTINS compreendo onde queres chegar, mas tens logo um ponto de partida errado, porque dizes que vais falar sem vieses políticos mas depois usas a expressão (mais de esquerda é impossível...) "ceder aos interesses de privados". Mas essa é que é a questão: ou queremos propriedade privada ou pública,  por isso nunca há cedência a privados, há uma opção ideológica.
Quanto à oferta cultural, é tudo relativo: é melhor gastar dinheiro público numa peça de teatro ou num filme que ninguém vai ver? Ou a levar as crianças ao circo ou ao cinema? Ou os idosos à Malafaia? Ou comprar uma peça para um museu? Ou organizar encontros de zés pereiras ou ranchos folclóricos? Ou a noite branca e o S. João?
Quanto ao património imobiliário municipal, depende da finalidade e do interesse arquitectónico dele. Ter mais um "espaço cultural" só porque sim...? Mas olha, a CMB acabou de gastar 900 mil euros na compra da parte privada do edifício do Teatro Circo.
AMartins
AMartins Equipa Principal
  • *****
  • 3413
  Re: Cidade Desportiva do SC Braga
« Responder #1767 em: 03 de Novembro de 2021, 15:20 »
AMARTINS compreendo onde queres chegar, mas tens logo um ponto de partida errado, porque dizes que vais falar sem vieses políticos mas depois usas a expressão (mais de esquerda é impossível...) "ceder aos interesses de privados". Mas essa é que é a questão: ou queremos propriedade privada ou pública,  por isso nunca há cedência a privados, há uma opção ideológica.
Quanto à oferta cultural, é tudo relativo: é melhor gastar dinheiro público numa peça de teatro ou num filme que ninguém vai ver? Ou a levar as crianças ao circo ou ao cinema? Ou os idosos à Malafaia? Ou comprar uma peça para um museu? Ou organizar encontros de zés pereiras ou ranchos folclóricos? Ou a noite branca e o S. João?
Quanto ao património imobiliário municipal, depende da finalidade e do interesse arquitectónico dele. Ter mais um "espaço cultural" só porque sim...? Mas olha, a CMB acabou de gastar 900 mil euros na compra da parte privada do edifício do Teatro Circo.
Aí é que está o equívoco, por isso escrevi “privado” entre aspas. O que não falta são políticos de esquerda a ceder a interesses privados...isso é ideologia bacoca. Nem tudo tem de ter a conotação política que as pessoas querem dar às coisas, ou aquilo que estão acostumadas a ouvir no parlamento. O que existe neste caso é falta de compromisso e de visão, e isso serve para todo o espectro.

A grande maioria dos equipamentos (culturais) públicos, só conseguem operar com investimento privado...já se sabe que infelizmente no nosso país o dinheiro para cultura só atinge dois polos populacionais. Sendo que a definição de cultura também é muito abrangente e aqui é que está o cerne da questão...em Braga não existem infra-estruturas com estas características suficientes para as necessidades da população, e a Confiança (a bem ou mal) foi algo que foi comprado pela autarquia, que a dado momento parecia ter um “plano” para o edifício e para a cidade. É isto é que verdadeiramente deveria interessar. Um exemplo de como não há plano nenhum é o que aconteceu por exemplo com o museu da imagem...mas isso são outros quinhentos.

Voltando à confiança, o que se vai fazer ali (mais um escarro arquitectónico, numa zona cheia de escarros) podia fazer-se noutro sítio qualquer, ainda para mais com a depreciação do valor investido pela autarquia (todos nós).
Anuncios M
Anuncios M
JR1287 Equipa Principal
  • *****
  • 3987
  Re: Cidade Desportiva do SC Braga
« Responder #1768 em: 03 de Novembro de 2021, 21:38 »
AMARTINS compreendo onde queres chegar, mas tens logo um ponto de partida errado, porque dizes que vais falar sem vieses políticos mas depois usas a expressão (mais de esquerda é impossível...) "ceder aos interesses de privados". Mas essa é que é a questão: ou queremos propriedade privada ou pública,  por isso nunca há cedência a privados, há uma opção ideológica.
Quanto à oferta cultural, é tudo relativo: é melhor gastar dinheiro público numa peça de teatro ou num filme que ninguém vai ver? Ou a levar as crianças ao circo ou ao cinema? Ou os idosos à Malafaia? Ou comprar uma peça para um museu? Ou organizar encontros de zés pereiras ou ranchos folclóricos? Ou a noite branca e o S. João?
Quanto ao património imobiliário municipal, depende da finalidade e do interesse arquitectónico dele. Ter mais um "espaço cultural" só porque sim...? Mas olha, a CMB acabou de gastar 900 mil euros na compra da parte privada do edifício do Teatro Circo.

Só um apontamento e para que não haja 'enviesamentos'. Além da propriedade pública e privada, existe também a propriedade comunitária (exemplo significativo são os baldios).
Mas esse conceito eu respeito! E muito! Tenho origens (os meus avós) numa aldeia da Serra da Estrela onde há o forno comunitário, o centro comunitário, campos comunitários, até a água da rega  era comunitária, para chegar a todos. Respeito muito isso, porque é de todos para todos e todos beneficiam! Mas a apropriação colectiva dos meios de produção é uma fraude, porque é de todos para só alguns. E quando ouço falar dos "equipamentos culturais" só me lembro de elefantes brancos usurpados pelas "elites" culturais, onde 90% da população nunca entra na vida e de nada usufrui!
Não confundo as coisas. E entre propriedade comunitária e propriedade privada até preferia a comunitária. Mas propriedade colectiva não é o mesmo!
(S)oon(C)hampion(B)raga
(S)oon(C)hampion(B)raga Equipa Principal
  • *****
  • 8348
  Re: Cidade Desportiva do SC Braga
« Responder #1769 em: 04 de Janeiro de 2022, 06:01 »


frg1983 Juniores
  • ***
  • 663
  • Braga a minha eterna devoção. Fidelis Bracara.
  Re: Cidade Desportiva do SC Braga
« Responder #1770 em: 04 de Janeiro de 2022, 14:38 »



Não sei se repararam, mas existe uma alteração no projecto!
Em cima no canto direito, nascem quatro campo de futebol, não sei se tem edifício de apoio ou bancada! O local foi falado para o colégio que se pensou realizar naqueles terrenos.

Fidelis Bracara


Enviado do meu iPhone usando o Tapatalk
porbragapelobraga.blogspot.com ..visitem.. Saudações Braguistas
Anuncios G
Guerreiro03 Equipa Principal
  • *****
  • 1731
  Re: Cidade Desportiva do SC Braga
« Responder #1771 em: 04 de Janeiro de 2022, 23:42 »



Não sei se repararam, mas existe uma alteração no projecto!
Em cima no canto direito, nascem quatro campo de futebol, não sei se tem edifício de apoio ou bancada! O local foi falado para o colégio que se pensou realizar naqueles terrenos.

Fidelis Bracara


Enviado do meu iPhone usando o Tapatalk
Obrigado pelo alerta. Já tinha visto a notícia e não tinha notado que acrescentaram dois campos. São bem precisos á quantidade de equipas que temos

Enviado do meu M2102J20SG através do Tapatalk

Kwanza99
Kwanza99 Equipa Principal
  • *****
  • 1300
  • Os Kwanzas do Dyego
Zauuu ⚔️🔴⚪️
Sérgio Gonçalves
Sérgio Gonçalves Equipa Principal
  • *****
  • 3374
  Re: Cidade Desportiva do SC Braga
« Responder #1773 em: 11 de Janeiro de 2022, 23:22 »
https://twitter.com/Modalidades_SCB/status/1480942588345688064?s=20
Dá impressão de ser mais baixo do que parecia no projeto, mas isso pode nem ser relevante.

Enviado do meu M2102J20SG através do Tapatalk

Isto era a piscina, certo?
Sócio nº 2014
(S)oon(C)hampion(B)raga
(S)oon(C)hampion(B)raga Equipa Principal
  • *****
  • 8348
  Re: Cidade Desportiva do SC Braga
« Responder #1774 em: 12 de Janeiro de 2022, 00:38 »
https://twitter.com/Modalidades_SCB/status/1480942588345688064?s=20
Dá impressão de ser mais baixo do que parecia no projeto, mas isso pode nem ser relevante.

Enviado do meu M2102J20SG através do Tapatalk

Isto era a piscina, certo?

sim
Kwanza99
Kwanza99 Equipa Principal
  • *****
  • 1300
  • Os Kwanzas do Dyego
  Re: Cidade Desportiva do SC Braga
« Responder #1775 em: 12 de Janeiro de 2022, 09:04 »
https://twitter.com/Modalidades_SCB/status/1480942588345688064?s=20
Dá impressão de ser mais baixo do que parecia no projeto, mas isso pode nem ser relevante.

Enviado do meu M2102J20SG através do Tapatalk

Isto era a piscina, certo?

bstrider também fiquei com a mesma sensação, pensava que ia ser mais fundo, mas é preciso considerar que no piso debaixo será o novo museu.

Sérgio Gonçalves, a piscina em si devia ser num patamar mais inferior. Creio que se adicionou mais 1 piso, sendo que o novo museu será na zona da antiga piscina e a quadra desportiva será no piso superior.
Zauuu ⚔️🔴⚪️
Lipeste
Lipeste Equipa Principal
  • *****
  • 27928
  Re: Cidade Desportiva do SC Braga
« Responder #1776 em: 05 de Fevereiro de 2022, 10:27 »


Invest NO Braga
Invest NO Braga Equipa Reservas
  • ****
  • 994
  Re: Cidade Desportiva do SC Braga
« Responder #1777 em: 06 de Fevereiro de 2022, 19:36 »

Fica aqui a parte (não política) da crónica da Joana Marques na Visão

O mais engraçado é que nós estamos mesmo a participar no campeonato das construtoras de que fala...

Estamos neste clube realmente muito à frente.




"Depois de consumada a transferência de Díaz, os sócios reclamam porque foi um mau negócio. Se fosse bom, o meu desalento era igual. É-me indiferente quanto é que facturam, eu gosto é de ver os jogadores a facturar. Saudades do tempo em que o descontentamento nas bancadas tomava a forma de “palhaços, joguem à bola!” (não é apenas na política que a palhaçada é recriminada), agora os adeptos dominam conceitos complexos como “gestão danosa”. As “obrigações” do clube já não são honrar a camisola e comer a relva, agora é uma coisa que se emite e tem taxa de juro. E “passivo” já não se refere a um lateral que é pastelão. Não percebo, nem quero perceber, nada disso. Se fosse fã de relatórios e contas acompanhava as Olimpíadas de Matemática e não a Liga dos Campeões. Instado a comentar a saída do atleta, o treinador do Porto não foi inocente na escolha de palavras, falando em “grandes empresas”. Foi nesse instante que caí em mim: eu torço por uma grande empresa. E não sou a única. Isto é tão absurdo como sofrer com o desempenho da Somague, e querer ganhar à Mota-Engil, mas agora não há volta a dar. Estamos destinados a sofrer pelas nossas sociedades anónimas desportivas de coração. Somos destas firmas desde pequeninos, desde o tempo em que não eram firmas, tudo no futebol era subjectivo e os objectivos eram títulos (desportivos, não de dívida). Para nos adaptarmos ao futebol moderno temos de ser menos sentimentais. Mais objectivos."
Lipeste
Lipeste Equipa Principal
  • *****
  • 27928
  Re: Cidade Desportiva do SC Braga
« Responder #1778 em: 07 de Fevereiro de 2022, 10:08 »

Lipeste
Lipeste Equipa Principal
  • *****
  • 27928
  Re: Cidade Desportiva do SC Braga
« Responder #1779 em: 09 de Fevereiro de 2022, 08:05 »


 

Anuncios M