Superbraga - | Apresentação | Os números | Prémios | O que dizem do superbraga.com | Iniciativas |


O que disseram no ano de 2002


Quim evita falar do Benfica

Numa entrevista concedida ao superbraga.com, um "site" da Internet não oficial do Braga, o guarda-redes Quim abordou, cheio de cautelas, o alegado interesse do Benfica na sua contratação. "Pessoalmente, ninguém do Benfica falou comigo até agora e não posso comentar mais nada sobre o assunto. Quanto à questão de me sentir próximo de sair, toda a gente sabe que a minha ambição e não só, passa por representar um clube onde possa ter mais objectivos, mas isso só acontece caso surja uma boa proposta tanto para mim como para o clube", declarou, escusando-se a revelar o valor actual do seu passe: "Não sou eu que posso responder a essa questão".


16 de Outubro de 2002
PEDRO ROCHA - Jornal "O Jogo"


E-mail recebido em 29/11/2002 às 14:48

Uma vez mais por aqui passo, para vos dar os parabéns pelo excelente trabalho que estão a fazer.

De forma desinteressada, profissional, cuidadosa e de muita qualidade, o vosso trabalho é um bom exemplo para muitos detractores, que embora sigam as emoções dos clubes queridos, pouco ou nada fazem para os dignificar.

Sou um frequentador habitual deste site, servi-me dele por razões profissionais e apenas não o utilizo pessoalmente, porque infelizmente, se o utiliza-se para opinar, poderia vir a ser criticado por algumas cabeças lustres da nossa praça.

A profissão de jornalista é ainda encarada por muita gente, como agentes do mal, e o que pudesse dizer aqui viria a inevitavelmente a ser utilizado com esse sentido.

Mas diariamente passo pelo Superbraga.com e ao fim de semana a RTM utiliza a vossa agenda para calendarizar reportagens e noticias desportivas.

Obrigado e bom trabalho!!!!

Viva o Sp. Braga

Adelino Costa -RTM


Agostinho Oliveira pondera apenas Quim


Numa entrevista concedida aos frequentadores do "superbraga.com", um site não-oficial do Braga, Agostinho Oliveira admitiu que poderá incluir o nome de Quim na próxima convocatória da Selecção Nacional, tendo em vista o particular com a congénere da Tunísia. "Era suplente o Quim e fui eu que o coloquei a titular quando fomos campeões de sub-18 em Mérida", recordou, antes de expor os motivos que o levaram a não chamar o guarda-redes do Braga para o recente jogo com a Inglaterra: "Se há lugares em que a atitude competitiva é importante é a de guarda-redes. Não se adquire esta disponibilidade só a treinar".

Admirador das qualidades técnicas e humanas de Quim, o seleccionador nacional interino considera que o jogador não foi tratado da mesma forma que Fernando Couto pela FPF, quando caiu nas malhas do "doping". "Fui dos primeiros a insurgir-me na FPF contra o procedimento no caso do Quim em relação ao que se passou com o Fernando", salientou, transmitindo, por fim, a ideia de que dificilmente chamará Barroso aos trabalhos da selecção: "Não vou promover jogadores de momento, para os liquidar depois".
 

12 de Outubro de 2002
PEDRO ROCHA - Jornal "O Jogo"


Fernando Castro Santos torce o nariz à Intertoto


O regresso do Braga às competições europeias continua sem data marcada. Posicionada a meio da classificação, a equipa minhota ainda poderia sonhar com esse objectivo se eventualmente se inscrevesse na Taça Intertoto, cujo vencedor tem acesso directo à Taça UEFA, mas Fernando Castro Santos rejeita liminarmente a ideia. O treinador galego só vê desvantagens nessa competição preliminar, tendo confessado ao sítio "
superbraga.com" que não está disposto a desgastar os jogadores durante um mês, sem ter certezas de nada. "As equipas portuguesas não têm tido boas experiências na Intertoto e em Espanha quase ninguém quer entrar nessa competição. Ou chegas ao final e entras na UEFA ou então não vale a pena desgastar a equipa com um mês de competição. Normalmente , traz mais inconvenientes do que vantagens", argumentou.

Com contrato até 2004, Fernando Castro Santos espera atingir " outros voos" na próxima temporada. "Gostava de lutar por outros objectivos e mesmo este ano gostava de chegar mais acima, mas prometeram-me que teria um Braga mais capaz na segunda época. Confio na palavra das pessoas. Se no próximo ano vamos ter um campo novo e espectacular, então o clube também merece uma boa equipa", sugeriu o técnico, mostrando-se "preocupado" com a crise directiva e financeira que assolou o clube minhoto. "Estas coisas mexem connosco e tenho pena até pelo presidente, pois está a passar um mau momento. Todos gostaríamos de acabar a época juntos...", desabafou.

19 de Fevereiro de 2002
PEDRO ROCHA - Jornal "O Jogo"