Tudo sobre o Estádio Municipal de Braga

| PRÉMIOS GANHOS  |  FOTOS NOV 2003  |  FOTOS da INAUGURAÇÃO  FOTOS DIVERSAS  |


Instituto Português do Património Arquitectónico - 2005

 

Património Processo de reconhecimento público deverá estar concluído até final do último trimestre deste ano
O Ministério da Cultura, através do Instituto Português do Património Arquitectónico (IPPAR), acaba de proceder à abertura do processo de classificação do Estádio Municipal de Braga, incluindo a delimitação das respectiva "Zona Especial de Protecção", tendo em vista o reconhecimento futuro daquele equipamento desportivo, que foi um dos palcos do Euro 2004.

Este processo, segundo João Belo Rodeia, presidente do IPPAR, será instruído pela Direcção Regional do Porto e tem como pressuposto a recomendação do Conselho da Europa sobre a protecção do património arquitectónico do século XX. De resto, o IPPAR reconhece a "exemplaridade espacial", formal e funcional, do Estádio Municipal de Braga, da autoria do arquitecto Souto de Moura, amplamente reconhecida nacional e internacionalmente, distinguido com o Prémio Secil 2004, o mais importante galardão de arquitectura portuguesa, e motivo de orgulho para os bracarenses.

Para João Nogueira, vereador do pelouro da Educação e Desporto, o reconhecimento do IPPAR "só demonstra que o investimento da Câmara de Braga foi efectivamente uma boa opção", não deixando, por outro lado, de fazer referência ao projecto do Parque Urbano da Cidade, que irá, no futuro, contemplar outras infra-estruturas desportivas, nomeadamente piscina olímpica, piscina de salto, pavilhão multiusos, parque merendas e circuito de manutenção.

"É uma obra que orgulha os bracarenses e que irá ficar perpetuada no tempo como jóia do património nacional", sublinhou o autarca, admitindo que este processo de classificação do estádio fique concluído em finais deste ano.