Tudo sobre o Estádio Municipal de Braga

| FOTOS NOV 2003  |  FOTOS da INAUGURAÇÃO  FOTOS DIVERSAS  |  PRÉMIOS GANHOS |

Quando foi inaugurado o mais arrojado e elogiado palco de futebol de Portugal, toda a família bracarense ficou orgulhosa . A sua concepção foi obra do arquitecto portuense Sotto Moura que desde logo pretendeu conceber algo mais que um simples estádio de futebol. De características inovadoras, o estádio mereceu rasgados elogios da UEFA que o considerou um “marco do Euro 2004 e dos estádios mundiais”.

 

O estádio, está construído no chamado Parque Norte da cidade, mais propriamente no Monte Castro e envolve uma cadeia de infraestruturas e eixos viários projectados especialmente para facilitar o acesso ao recinto. A obra, caracterizada por uma grande pala que cobre todo o recinto, terá apenas bancadas nas faixas laterais do terreno de jogo e albergará cerca de 30 mil pessoas. A nível de engenharia, a construção envolveu arrojados pormenores tendo, por exemplo, a sua pala de cobertura sido estudada em “túnel de vento” no Canadá, em simuladores idênticos aos utilizados pelos aviões e automóveis de topo de gama para testar a sua resistência e performance. Importante é também referir os milhões de toneladas de rocha e terra que foram retirados para aí ser implantado o estádio que terá um dos seus topos encostado às rochas do monte.

 

EMPRESAS BRACARENSES ENVOLVIDAS NA CONSTRUÇÃO

Como seria natural, a empreitada da construção do novo estádio foi alvo de um concurso público ao qual concorreram as principais empresas de construção civil nacionais. Após análise criteriosa dos projectos, a ASSOC, ACE  que integra as mais prestigiadas empresas bracarenses de construção venceu a concorrência num consórcio onde também entra a Soares da Costa.

O valor da empreitada rondou os oito milhões de contos


Ficha técnica


Local
Encosta do Monte Castro, em Braga
 

Custo
Orçamento de referência de oito milhões de contos, dos quais o Estado comparticipa com 1,5 milhões de contos. Custo real de 10 milhões de contos.
 

Projecto de arquitectura
Souto Moura, Arquitectos, Lda., em parceria com Ove Arup, entre outros.
 

Prazos
Conclusão do projecto de arquitectura em Setembro de 2000; conclusão do projecto de execução em Janeiro de 2001; concurso para a construção de Fevereiro a Junho de 2001 e construção do estádio de Julho de 2001 a Julho de 2003.

 



Acessibilidades

Todas as acessibilidades foram construídas desde os dois acessos principais (a Norte e a Sul) do estádio à circular externa, a ligação desta à auto-estrada, a auto-estrada entre Braga e Guimarães, a modernização da linha ferroviária que serve a cidade, o que constituirá uma alternativa ao transporte rodoviário privado, além dos estacionamentos integrados no estádio (por baixo do relvado), serão disponibilizadas áreas de estacionamento na entrada da cidade, com ligações directas, por transporte público, ao estádio.



 

Outros dados
Lotação: 30 126, totalmente cobertos
Público: 28 166
Jornalistas de televisão e rádio: 264
Imprensa com mesa: 266
Imprensa: 314
Observadores: 132
Tribuna de honra: 112
Cabinas com TV: 61
16 camarotes poente VIP: 241
Varandas VIP: 118
30 camarotes a nascente: 451
Lugares para deficientes: 34

www.cm-braga.pt

http://www.euro2004.org