O Clube - | Direcção do Clube | Informações | Historial | Núcleos | Inscrição para Sócio | Preçário Cadeiras | Produtos Oficiais |

              | Histórias do Clube |



Estádio 1º de Maio

Quando nos princípios do século actual, principiou a correr mundo a euforia do novo desporto, o futebol, Braga não podia furtar-se ao entusiasmo que depressa tomou conta dos desportistas bracarenses e hoje se transformou num verdadeiro desporto-rei. Por razões várias e porque principiaram a surgir aqui e além grupos destinados, foram então surgindo recintos onde se praticava o futebol.

Assim vimos surgir campos improvisados nos peões e na rua do Raio. Decorridos alguns anos, e porque se tornava necessário fundar um clube que honrasse a cidade, surge o Sporting Clube de Braga, que aproveita o campo na Quinta Mitra, propriedade do Estado que a Sociedade de Melhoramentos de Braga tomou para arrendamento e onde se fez um pequeno campo para a prática do futebol.

Mas os sucessos do clube logo obrigaram a pensar-se em construir um campo novo, do clube e da cidade. Lançada a ideia logo se principiou por interessar não só as forças vivas da cidade, como o próprio Estado que através de Fundos como o do Desemprego, desbloqueou as verbas necessárias para o empreendimento. Para o projecto, que a principio era mais modesto do que afinal veio a resultar, foi escolhido o arquitecto Engenheiro Travassos Valdez, que concebeu um estádio que ombreasse com o Estádio Nacional, no Jamor, e como este construído em pedra. São estes os dois únicos estádios de Portugal em pedra.

Decorrido o ano de 1946, e querendo não só a Câmara de Braga como o próprio Estado assinalar em Braga o 21º aniversário da revolução do 28 de Maio, resolveram aproveitar a data para inaugurar oficialmente o estádio, pois que já se tinha acordado em que Braga iria ter um magnífico campo desportivo. Assim uma velha escavadora, abriu um cabouco, e foi nele depositado a primeira pedra.

Mas para a inauguração de facto ainda teve de se esperar 4 anos. Decorreu esse evento no dia 28 de Maio de 1950, Salazar e Óscar Carmona, assistidos pelo Ministro da Marinha e das Obras Públicas, deram como inaugurado o Estádio Municipal que então se passou a denominar 28 de Maio e a partir de 1974, de 1º de Maio. Para essa inauguração foram convidados os grupos desportivos da região e organizou-se uma grande parada desportiva. Para complemento realizaram-se dois jogos de futebol onde se disputaram duas taças, uma entre o F.C. Porto e o Sporting Clube de Braga, que empataram, e Benfica - Sporting Clube de Portugal, o qual foi vencido pelo Benfica.
Nesse dia um mar de gente, inundou logo pela manhã a cidade e para sempre ficou o dia assinalado como um dos maiores dias de Braga.

 

 

Passados que foram 57 anos, mais precisamente em 30 de Dezembro de 2003, e pelo facto de Portugal ter ganho a realização do Europeu de Futebol de 2004 "Euro 2004", a Câmara Municipal de Braga inaugurou o novo estádio municipal que tal como o anterior irá servir de palco aos jogos em que o Sporting Clube de Braga irá jogar.